Antojar

Antojar

Pôr diante dos olhos; figurar na imaginação; desejar, apetecer.

Um verbo flexível de raiz castelhana que faz aquilo que todo o falante deseja: resumir várias palavras numa só.

Posted in RCPalavras | Leave a comment

Ouvem-se por aí uns zunzuns acerca da sequela do Dragomante. Eu cá não confirmo nem desminto, limito-me a adiantar que contas do Instagram não são conducentes à discrição.

E, já que falamos disso, quem anda por essas bandas devia sem dúvida seguir a conta do Manuel Morgado, para ver desenhos bonitos e que tais.

Posted in Dragomante | Leave a comment

Badalhocas

Badalhocas

Bolas de excremento e terra, pendentes entre as pernas das ovelhas e carneiros.

Só porque é certo que eu um dia vou usar este termo num livro meu, e queria desde já evitar confusões.

Posted in RCPalavras | Leave a comment

Ao fim de tantos anos…

…e numa época em que se esperava que as pessoas estivessem empedernidas e dessensibilizadas com tantas guerras de tronos e mortos ambulantes, é bom ver que aquele capítulo d‘Os Filhos do Flagelo continua a causar reacções tão viscerais da parte de novos leitores das Crónicas.

A pessoa em questão gostou do livro, para que conste.

Não se preocupem, que, n’A Oitava Era, ainda não morreu ninguém. Pelo menos ninguém a que os leitores se tenham afeiçoado (espero). Quanto aos volumes seguintes é que não posso fazer promessas…

Posted in Allaryia | Leave a comment

Tremulina

Tremulina

Reflexo trémulo do Sol, da Lua ou das estrelas na superfície de água ligeiramente agitada.

Bastante específico, é verdade, mas poético. E tem a sua utilidade.

Posted in RCPalavras | Leave a comment